A Torá desde Jerusalém
Parashá Tzav
Livro Vayikrá / Levítico (6:1 a 8:36)

Resumo da Parashá

Foi ordenado aos Cohanim a mitzvá de tírumat hadeshen, recolher as cinzas das olot (ofertas consumidas) diariamente.  Também lhes foi encarregue de manter aceso permanentemente o fogo do altar.  Aarón, o Cohen Gadol, recebeu instruções para levar diariamente uma oferta de comida pela manhã e outra ao anoitecer.

Prolongaram-se outras leis que dão detalhes dos Cohanim e as partes das ofertas que deviam receber.  Deviam comer das ofertas no lugar puro e centro do átrio do Santuário.

O Todopoderoso disse a Moshé que Aarón e seus filhos fossem colocados nos seus cargos com as suas roupas, com todos os seus elementos colocados nos Santuário (a Arca, a mesa do pão da proposição, os candelabros, o altar do incenso, etc.) e que convocasse toda a congregação à porta do Tabernáculo. Os Cohanim banharam-se e Moshé vestiu a sua túnica a Aarón, bem como o manto, o efod, o peitoral; colocou-lhe na cabeça o turbante que tinha à frente uma lâmina de ouro.  Moshé tomou azeite de unção e verteu-o sobre a cabeça de Aarón e santificou-o.  Depois vestiu os filhos de Aarón com as suas roupas especiais.

Moshé levou depois, a oferta de expiação, um novilho e posteriormente a oferta queimada, um carneiro.  Durante sete dias, Aarón e seus filhos moraram no Tabernáculo e se repetiram durante esses dias os mesmos rituais.


www.mesilot.org             yeshiva@mesilot.org